terça-feira, 7 de dezembro de 2010

InterClubes 1:28 - Campeonato Grupo C

Com a realização da quarta prova do InterClubes 1:28 - Campeonato Grupo C iniciou-se a "segunda volta" deste disputadíssimo campeonato.

A prova decorreu novamente no AESlot Club e, como tal, esperava senão repetir a vitória da primeira prova, pelo menos garantir uma classificação entre os três primeiros que me permitisse subir uns "degraus" na classificação geral, após os dois descalabros que foram as provas do SCCL e do Speed SlotCar Mafra. Além disso, também tinha de esperar que os meus directos adversários tivessem problemas semelhantes aos que eu tive nas referidas provas. É que isto também tem uma dose de sorte e o azar tem de bater à porta de todos... ou melhor dizendo: ou comem todos ou há moralidade! (um provérbio que nos últimos anos tem sido a máxima de muita gente bem colocada neste país).


Embora ocupasse a sexta posição da geral, acabei por correr na manga dos pilotos habitualmente ditos "mais lentos" (pois, pois), para facilitar a corrida a outros companheiros que partilham a mesma montada. Tal facto obrigou-me a andar ao ataque desde o início da prova para prever qualquer assalto às primeiras posições dos meus adversários que iriam correr a seguir. Tentei impor um andamento muito vivo, sendo seguido de perto pelo Luís Tavares, pelo José Ribeiro e pelo Joaquim Ramalho. O andamento imposto, sem saídas de pista, levou-me a realizar 230 voltas e a vencer a manga.

Bastava-me, então, esperar pela manga seguinte e observar os meus adversários directos, nomeadamente o Davide Santos, o Luís Lopes, o Paulo Soares, o Carlos Antunes e o Fernando Santos.


Logo no início da manga o Luís Lopes ficou fora de combate, perdendo algumas voltas por avaria mecânica. O Paulo Soares também teve alguns problemas e cedo reparei que não tinha andamento para se chegar à frente. O Fernando Santos ia fazendo uma prova à sua maneira, sempre em busca da volta mais rápida mas com algumas evitáveis saídas de pista. Apenas o Davide Santos e o Carlos Antunes mostravam possibilidades de me ultrapassarem na classificação final. Cedo percebi que o Davide iria, finalmente, fazer jus à sua posição de líder no campeonato e averbar a sua primeira vitória. Quanto ao Carlos Antunes as coisas estavam mesmo taco a taco com uma ligeira vantagem da minha parte à entrada da última calha em que o Carlos tinha de fazer 39 voltas para me ultrapassar. E não é que fez mesmo!


Assim, acabei por realizar o terceiro lugar final que me permitiu subir um lugar na classificação geral.

Este campeonato tem-se revelado verdadeiramente fabuloso no que toca à disputa de lugares e à competição. Os chassis da PN Slot podem ser básicos, podem até empenar ou vir tortos, mas que dão provas interessantes lá isso dão!

Sem comentários:

Enviar um comentário